Quem somos

Este projeto nasce de uma parceria antiga entre Ruben Mattos (IMS/UERJ), Tatiana Wargas (ENSP/FIOCRUZ) e Gustavo Matta (EPSJV/FIOCRUZ) na discussão sobre análise de políticas de saúde no Brasil. Tal parceria remete-se a 2005, quando os três professores se uniram para oferecer a disciplina Políticas específicas[1], para trabalhar algumas questões envolvidas na pesquisa de políticas de saúde no Brasil. Iniciou-se ali um conjunto de trocas de experiências, e de debates sobre os estudos, envolvendo estes professores e um conjunto de alunos.    Em 2009, os mesmos três professores, juntamente com Francine Guizardi (EPSJV/FIOCRUZ), organizam a disciplina Políticas que tentam transformar práticas (os casos da política Nacional de Humanização e da Política de Educação Permanente)[2]. A disciplina tinha como objeto discutir ‘Políticas que intencionam mudar práticas’ e por isso propunha-se a analisar duas políticas nacionais em curso: a Política de Educação Permanente e a Política de Humanização.

Em torno desta disciplina agregaram-se alunos das três instituições e novos parceiros de debate. No mesmo ano a Faperj lançou um edital para apoio à confecção de material didático e, a partir de uma sugestão inicial feita por Felipe Cavalcanti, surgiu como proposta do grupo o desafio de se elaborar um material de apoio sobre análise de políticas. O projeto passou a ser escrito a muitas mãos e enfim encaminhado para análise. Em poucos meses recebemos a notícia de que o projeto havia sido aprovado e assim iniciamos uma série de conversas muito potentes de reflexão. O projeto reuniu em torno dele um grupo de pesquisadores e alunos que se configurou inicialmente da seguinte forma:

Ruben Araujo de Mattos (IMS/UERJ), Tatiana Wargas de Faria Baptista (ENSP/FIOCRUZ), Francini Lube Guizardi (EPSJV/FIOCRUZ), Camila Furlanetti Borges (EPSJV/FIOCRUZ), Grasiele Nespoli (EPSJV/FIOCRUZ), Valéria Cristina Gomes de Castro (EPSJV/FIOCRUZ), Eduardo Alves Melo (IMS/UERJ) e Felipe de Oliveira Lopes Cavalcanti (IMS/UERJ). Ao todo eram 8 integrantes.

No decorrer do projeto o grupo sofreu algumas mudanças, alguns chegaram, outros tiveram que se afastar. A equipe de trabalho na etapa de construção do material assim se configurou:

Ruben Araujo de Mattos (IMS/UERJ), Tatiana Wargas de Faria Baptista (ENSP/FIOCRUZ), Francini Lube Guizardi (EPSJV/FIOCRUZ), Camila Furlanetti Borges (EPSJV/FIOCRUZ), Felipe de Oliveira Lopes Cavalcanti (IMS/UERJ), Maria Luiza S. Cunha (EPSJV/FIOCRUZ), Márcia Raposo Lopes (EPSJV/FIOCRUZ), Valéria Cristina G. de Castro (EPSJV/FIOCRUZ), Arthur Lobo Costa Mattos, Mônica de Rezende (ENSP/FIOCRUZ), Anakeila de Barros Stauffer (EPSJV/FIOCRUZ), Gustavo Correa Matta (EPSJV/FIOCRUZ), Carolina Fernandes Pombo-de-Barros. Ao todo a equipe reuniu 13 integrantes.

Hoje, a equipe reúne alguns dos integrantes que participaram da primeira etapa e novos parceiros, como: Arlinda Moreno (EPSJV/FIOCRUZ), Eliane Vargas (IOC/FIOCRUZ), Claudia Bocca (Unirio), Marly Cruz (ENSP/FIOCRUZ), Camila Maranha (UERJ), Ines Leoneza (UFRJ), Ana Pimentel, Ana Paula Hemmi (UFVJM/ Campus Diamantina), Martinho Silva (UERJ), Danielle do Valle Garcia (HSE), Fernanda de Sá Brito, Celita Almeida, Laura Landi, Natália Lima, Ana Cristina Menezes Guedes Carneiro, Manuelle Matias, Henriette Santos (ENSP/FIOCRUZ), Gabi Freitas, Mariana Alves da Costa … e outros que estão chegando a cada dia.

Esperamos que a rede de conversas e parceiros cresça e que a equipe se capilarize em diferentes redes. Esperamos que este seja apenas o início de um caminho de discussões, reflexões e afetações em curso.


Notas de Rodapé    ((↑) returns to text)

  1. A disciplina foi ministrada no segundo semestre de 2005 no Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva do IMS(↑)
  2. A disciplina foi ministrada em colaboração pelo Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva do IMS e do Programa de Pós-graduação em Educação Profissional em Saúde, contando ainda com a participação da ENSP através da Professora Tatiana Wargas.(↑)

About the Author